Organização do Trabalho Pedagógico Escolar
Órgãos Colegiados da Escola
Registro de Classe On-line Serviços Públicos de Apoio Escolar Fale Conosco

Quantidade de Páginas visitadas




"Não há invenção mais rentável que a do conhecimento"
Benjamin Franklin




 

A TECNOLOGIA CONTRA O DIÁLOGO. 
► CAMPANHA INCENTIVA PAIS A ACOMPANHAR APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES.
► LIVRO DIDÁTICO
PALESTRA DO DR. IÇAMA TIBA
► DEVERES DOS PAIS E DIREITOS DOS FILHOS
► DEVERES DOS FILHOS E DIREITO DOS PAIS

A TECNOLOGIA CONTRA O DIÁLOGO.

Cada vez mais é visível a questão de que a tecnologia atrapalha a socialização física da nossa sociedade. Temos, nas escolas, trabalhado muito para que a família, converse com os filhos, fique perto, divida sentimentos, para que possa aproximar as diferenças, resolvendo conflitos e aprimorando muito os sentimentos, pois a relação da família é puro sentimento. 
Mas, em se tratando da tecnologia, é desesperador como a mesma tem entrado nas residências e assolado a socialização familiar. Sabemos que nas residências hoje o computador usa diversas áreas da casa, sala, quarto, biblioteca, escritório, gerando um enorme vazio no diálogo entre os que dividem o mesmo teto, aliás, os mesmos objetivos de vida, para ser feliz. 
Esta tecnologia divide demais o sentimento gerando uma brecha enorme e inconsequente na comunicação da família. Quando a gente fala em comunicação, diálogo, falamos, consequentemente, em afetividade, sentimento de conhecer o outro em seu íntimo, pois é no diálogo constante que conhecemos o âmago do outro, e isso se faz muito necessário dentro das famílias. 
Para pais e filhos é o constante diálogo que faz a diferença no dia a dia e na solução dos conflitos, solução de pequenos problemas que geram um imenso vazio. 
Outro dia, ouvi uma mãe contando, feliz, que comprou para seu carro, de presente para a filha, um aparelho portátil de DVD, possibilitando que a filha pudesse assistir a TV, desenhos, filmes a seu gosto, toda vez que entrasse no carro.
Não tive dúvida de dizer, aliás, questionar. Sua filha entra na escola às 7h30 da manhã, sai às 18h30 da noite. Fica na escola todos os dias. Sai, vai para o carro e lá assistirá a TV até chegar a casa. E, lá, assistirá mais TV, irá para o computador até a hora de dormir. E a conversa, o diálogo, fica onde? 
Pais que mantêm filhos em período integral na escola, por necessidade profissional, precisam encontrar brechas de tempo para falar com os filhos. E a volta para casa, no carro, é um desses locais.
Se até lá agora essa conversa corre perigo, então é desanimador, pois, no exemplo citado, que momento a mãe e a filha terão para dialogar, contar como foi o dia, falar dos conflitos, dos sentimentos, das conquistas? 
Amamos nossos filhos, queremos o melhor para eles, mas acredito que não é assim que iremos conseguir.
Psicopedagoga, Diretora da Escola Atuação -Contatos: cris@escolaatuacao.com.br  • (41) 3274-6262 -Esther Cristina Pereira 
Voltar


LIVRO DIDÁTICO

PAIS E ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E NORMAL
 
Vocês receberam livros didáticos, para o processo de ensino e aprendizagem, durante o ano letivo de 2009. Estes livros são do Programa Nacional do Livro Didático. É compromisso do ESTUDANTE e da FAMÍLIA zelar pelos livros, encapá-los com plástico transparente, para que no próximo ano você tenha um livro em perfeitas condições de uso.

Filme 2 - Cuidando do Livro Didático
Filme 3 - Campanha do MEC para o cuidado do Livro Didático

 LIVROS DIDÁTICOS: PAIS ACOMPANHEM SEU FILHO NA DEVOLUÇÃO DOS LIVROS DIDÁTICOS PÚBLICO, para que no próximo ano seu filho possa ter o livro da série seguinte.

Ensino Fundamental:
Entrega dos seguintes livros: Português, Matemática, História, Geografia, Ciências e Língua Estrangeira Moderna Inglês
Ensino Médio:

1ª e 2 º Série: Português, Matemática, História, Física, Geografia, Química, Biologia e Espanhol

Etapas:
Cada professor(a) recolhe da sua disciplina -Produzir uma lista com a série, turma e nome dos estudantes que devolveram o livro -Entregar os livros e a lista na BIBLIOTECA
Voltar 

DEVERES DOS PAIS E DIREITOS DOS FILHOS
SÃO DEVERES DOS PAIS
► O sustento  dos filhos menores de 18 anos, a moradia, a cultura e o lazer.
► O matricular o filho na escola e manter a documentação, endereço, e telefone sempre atualizados no estabelecimento de ensino.
► Mandar seu filho à escola e acompanhá-lo em seus deveres.
► Frequentar as reuniões escolares e manter contato com a escola.
► Ligar ou ir até à escola a cada mês.
► Observar e revisar os cadernos diariamente e ajudar nas tarefas de casa quando necessário.
► Garantir na casa um ambiente salutar ( casa limpa, higiene dos filhos, alimentação correta).
► Garantir uma convivência familiar saudável, sem brigas, sem violência, com muito diálogo, com muito amor e compreensão, sabendo impor limites.
► Respeitar a integridade física, psíquica e moral de seus filhos, sejam crianças ou adolescentes.
► Passar para os filhos valores como: respeito com o próximo, responsabilidade em seus atos, justiça, respeito com o próprio corpo e educação.
► Preocupar-se com a formação religiosa de seus filhos, participando junto.
► Evitar a convivência com pessoas que façam uso de drogas ou bebidas alcoólicas.
► Quando dependente químico, procurar ajuda para a criança e adolescente não sofram consequências.
► Dar e demonstrar: exemplos de dignidade e de responsabilidade com a família e principalmente,com os filhos
► Ser pai e mãe presentes na vida da família e principalmente, dos filhos.
► Garantir a saúde dos filhos, levando-os sempre ao médico, ao posto de saúde, vacinando, ensinando regras de higiene.
► Saber e conhecer as amizades de seus filhos.

Ficam os pais ADVERTIDOS de que se NÃO CUMPRIREM com seus deveres estão sujeitos a serem sujeitos à MEDIDAS do JUIZADO DE MENORES e podem cumprir PENA por NEGLIGÊNCIA ou MAUS TRATOS.

OS PAIS DEVEM SABER: 
►Onde os filhos estão e com quem. 
►Impor limites aos seus filhos.
►Determinar horários para voltar para casa.

DEVERES DOS FILHOS E DIREITO DOS PAIS.
SÃO DEVERES DOS FILHOS
► Frequentar a escola todos os dias, respeitando direção, professores, funcionários e colegas.
► Fazer todas as tarefas propostas pelos professores.
► Respeitar e obedecer aos pais ou responsáveis, ouvindo todas as orientações, sem agredi-los, fisicamente ou verbalmente.
► Avisar o local onde vai, o horário de regresso e sair somente com a permissão dos pais.
► Ajudar nas tarefas compatíveis com seu desenvolvimento, colaborando pela ordem e limpeza da casa.
► Cuidar da higiene pessoal.
► Fazer amizades com pessoas que não prejudiquem o seu desenvolvimento físico, mental e moral.
► Não pegar objetos alheios, sem prévia autorização.
► Não se envolver com substâncias entorpecentes, bebidas alcoólicas e cigarro.
► Não dormir fora de casa, sem autorização dos pais ou responsáveis.
► Não ficar até tarde na rua.
► Não mendigar pelas ruas.

OS FILHOS DEVEM SABER QUE: 
Ficam a criança e o adolescente ADVERTIDOS de que se não cumprirem com suas OBRIGAÇÕES, estarão sujeitos às Medidas de Proteção e Sócio Educativas e as Determinações do Conselho Tutelar e do Juizado da Infância e da Juventude.
Voltar 

CAMPANHA INCENTIVA PAIS A ACOMPANHAR APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES.


Segundo dados do Plano de Desenvolvimento da Escola, programa do Governo Federal que visa aumentar a qualidade de ensino na educação básica, 67% dos pais não acompanham a aprendizagem dos filhos na escola. Como forma de incentivo para que a família dos estudantes acompanhe os processos de avaliação e desempenho escolar, a Secretaria da Educação está divulgando a campanha “Eu acompanho a avaliação escolar do meu filho. E você?”. 
Clique AQUI e leia o arquivo na íntegra

Filme - Eu acompanho meu filho na Escola - Claudia Abreu


PALESTRA DO DR. IÇAMA TIBA

Os pais que levam o filho à igreja, não vão buscá-lo na cadeia !!! ...
Palestra ministrada pelo médico psiquiatra Dr. Içami Tiba, em Curitiba.O palestrante é membro eleito do Board of Directors of the International Association of Group Psychotherapy. Conselheiro do Instituto Nacional de Capacitação e Educação para o Trabalho "Via de Acesso". Professor de cursos e workshops no Brasil e no Exterior. Em pesquisa realizada em março de 2004, pelo IBOPE, entre os psicólogos do Conselho Federal de Psicologia, os entrevistados colocaram o Dr. Içami Tiba como terceiro autor de referência e admiração - o primeiro nacional. 

1º- lugar: Sigmund Freud;
2º- lugar: Gustav Jung;
3º- lugar: Içami Tiba.

1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.
2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc...
3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados. 
4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro
lado, além das testemunhas.
5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.
6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.
7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.
8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender. 
9. É preciso transmitir aos filhos a ideia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.
10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconsequente.
11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual.
12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga . A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da ideia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve 'abandoná-lo'.
13. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali,
não a respeita.
14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.
15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.
16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade.
17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite.
Nunca.
18. Muitas são desequilibradas ou mesmo loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).
19. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.
20. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma
única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.
21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão.
22. Pais e mães não pode se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. 'Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador'. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe.
23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.
24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.
25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final. 
26. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.  
Voltar




























Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito