Organização do Trabalho Pedagógico Escolar
Órgãos Colegiados da Escola
Registro de Classe On-line Serviços Públicos de Apoio Escolar Fale Conosco

Quantidade de Páginas visitadas





O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.  Albert Einstein

 


 1º Projeto - DESENVOLVIMENTO INFANTIL DA CRIANÇA - Desenvolvido pelo 1º Formação Docentes

2º Projeto - ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO - Desenvolvido pelo 2º  Formação de Docentes

3º Projeto - CONCEPÇÕES NORTEADORAS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL - LITERATURA INFANTIL ADAPTADA - Desenvolvido pelo 2º Formação de Docentes

4º Projeto - METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA - CONFECÇÃO DE JOGOS PEDAGÓGICOS - Desenvolvido pelo 3º  Formação de Docentes 

5º Projeto  - METODOLOGIA DE ALFABETIZAÇÃO/PORTUGUÊS  - CONFECÇÃO DE JOGOS PEDAGÓGICOS - Desenvolvido pelo 3º Formação de Docentes


APRESENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL DA CRIANÇA


TURMA: 1º Normal do Curso de Formação de Docentes
PROFESSORA: Maristela Lúcia Dupond 




"O principal objetivo da educação é criar  pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que as outras gerações fizeram."
(Jean Piaget) 





JUSTIFICATIVA:
Queremos apresentar aos nossos alunos o desenvolvimento das crianças de 0 a 6 anos, segundo Piaget. É nessa fase que a criança desperta o seu caráter, personalidade, de acordo com a sociedade em que vive e recebendo influências das pessoas que a rodeiam.
Segundo Piaget, as fases do desenvolvimento infantil são: Estágio Sensório-Motor (0-2 anos); Subestágio 1(0-1 meses). O exercício dos reflexos inatos; Subestágio 2 (1-4 meses) As primeiras adaptações adquiridas e a reação circular primária; Subestágio 3 (4-8 meses) A reação circular secundário; Subestágio 4 (8- 12 meses) Coordenação de Esquemas Secundários Aplicados a Relações Meios-Fins; Subestágio 5 (12 -18 meses) Reações Circulares Terciárias; Subestágio 6 (18 -24 meses) Invenção de novas combinações de esquemas a partir de suas representações.
Quando se fala em desenvolvimento logo pensasse na parte das potencialidades. Daquilo que a criança já traz e do que fazer para que vá transformando, em habilidades e competências, talentos capazes de lhe proporcionar sucesso e felicidade no futuro. É desejo dos pais que cada filho possa progredir ao máximo, para se tornar um adulto bem-sucedido.
Em nossa sociedade encontramos pequenos gênios, com habilidades superiores as observadas pela família, dessa forma, muitos pais se perguntam o que poderia ser feito para favorecer o seu desenvolvimento. Porém, é hora de reduzir as expectativas, é inútil tentar a maturação infantil, pois isso só o tempo resolve. O mais importante é garantir a boa saúde infantil e proporcionar um ambiente rico e estimulante do ponto de vista intelectual e emocional.
Na disciplina de Fundamentos Psicológicos da Educação, do Curso de Formação de Docentes, do 1º Normal, em dupla os alunos terão que fazer apresentação de possíveis atividades a serem desenvolvidas para crianças de 0 a 6 anos.

OBJETIVOS:
→ Oportunizar os alunos a conhecerem o desenvolvimento das crianças de 0 a 6 anos segundo Piaget.
→  Oportunizar os alunos a conhecerem o desenvolvimento das crianças de 0 à 6 anos segundo Piaget de acordo com cada estágio;
→  Mostrar as diferentes maneiras do desenvolvimento de uma criança, segundo suas fases;
→ Possibilitar estratégias para que os nossos futuros professores saibam trabalhar com crianças que possuem habilidades superiores à da sociedade atual;
→ Propiciar o entendimento de que cada criança possua seus talentos, os quais podem ser usados em sua vida cotidiana tanto profissional como pessoal, trazendo sucesso e realizações para a mesma.

METODOLOGIA:
Traremos os alunos do Primeiro ano de Formação de Docentes para o laboratório de informática, onde os mesmos farão pesquisas sobre as fases do desenvolvimento da criança de 0 à 6 anos, segundo Piaget e, em seguida, em grupo, faremos um pequeno debate sobre a pesquisa de cada um, onde explicarão cada fase.
Após faremos uma pesquisa de campo no tempo de uma semana na creche, fazendo um revezamento de turmas, onde os alunos observarão e relatarão os relacionamentos entre professor e aluno e como as crianças se desenvolvem, fazendo o seguinte questionamento:
Como as crianças novatas se adaptam em relação à sala; aos colegas e ao professor(a)?
Como demais crianças se relacionam em meio a este novato?
A Creche esta adaptada as necessidades especiais e as crianças com habilidades superiores à da sociedade atual?
Que atividades são trabalhadas para que haja a inclusão destes alunos?
As mesmas estão adaptadas a faixa etária da turma?
Em sala, apresentarão um pequeno seminário relatatando as observações e como poderiam trabalhar de uma maneira mais adequada, confeccionando cartazes, slides, e materiais pedagógicos.

AVALIAÇÃO:
Os alunos serão avaliados de acordo com o entendimento das fases e seu comportamento mediante à sala e as observações na creche. Também será avaliado o seminário, com seus devidos materiais confeccionados, sua pesquisa e sua explicação.

BIBLIOGRAFIA:
http://ckruschel.vilabol.uol.com.br/smotor.htm 


Clique sobre a foto e veja todas as fotos do Evento



Voltar


 ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO
TURMA: 2º Normal do Curso de Formação de Docentes
 


APRESENTAÇÃO DO CONTEÚDO EM SALA EM FORMA DE TEATRO

JUSTIFICATIVA
Na disciplina de Organização do Trabalho Pedagógico, do Curso do 2º Normal, em grupo, trabalhando sobre as diferentes culturais e costumes da Educação dos Indígenas, Educação Afrodescendente, Educação de Jovens e Adultos, Educação de Campo, os alunos terão que fazer uma apresentação teatral diferenciando cada grupo de educação, sendo que os alunos deverão pesquisar e apresentar em forma de palestras com pessoas especializadas e teatro demonstrando assim seu entendimento.

OBJETIVOS
→Diferencias as diferentes culturais nos diferentes grupos existentes no mundo em cada organização escolar;
→Trabalhar de maneira lúdica as diversidades culturais;
→Propiciar a interação grupal;

METODOLOGIA
Os alunos em grupo irão pesquisar sobre cada modalidade de ensino, quais as suas contribuições e semelhanças entre elas, sendo que posteriormente será discutido em sala em forma de palestra e debate onde cada grupo irá expor seus conhecimentos sobre o tema escolhido.
Em seguida, os alunos irão elaborar uma peça teatral explanando o seu tema.

AVALIAÇÃO
Observação e trabalho dos alunos na confecção do material e do livro. Organização e ordenação da estrutura do livro.

BIBLIOGRAFIA
Pesquisas no laboratório de Informática. 

Voltar


 
PROJETO  CONCEPÇÕES NORTEADORAS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL  LITERATURA INFANTIL ADAPTADA
TURMA: 2º Normal do Curso de Formação de Docentes

LITERATURA INFANTIL ADAPTADA


JUSTIFICATIVA
Partindo de histórias infantis com o propósito de incluir as pessoas com necessidades educacionais especiais nas literaturas infantil contadas nas escolas.
Na disciplina de Concepções Norteadoras da Educação Especial, do Curso do 2º Formação de Docentes, em dupla os alunos terão que escolher uma história Infantil e adaptar ou inserir uma Pessoa com Necessidades Educacionais Especial.

OBJETIVOS
→ Conscientizar as pessoas e a comunidade escolar de que as pessoas com necessidades especiais devem ter as oportunidades e são capazes de realizar e participar da sociedade conforme suas habilidades pessoais;
→  Incentivar o hábito pela leitura;
→  Conscientizar os educandos a prática da inclusão

METODOLOGIA
Em sala de aula, reunir-se em dupla deverão escolher uma história infantil para que possa ser reescrita com uma adaptação. Após a reescrita da história, farão um livro proporcional à história.
Depois do livro concluído, as historinhas serão contadas para alunos de 5ª série do Colégio, bem como alunos convidados da Educação Infantil: Cmeis, Escolas Particulares, alunos do Sesi e do Sesc.

AVALIAÇÃO
Observação e trabalho dos alunos na confecção do material e do livro. Organização e ordenação da estrutura do livro.

BIBLIOGRAFIAS
Livros de Literatura Infantil 

Voltar

METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA - CONFECÇÃO DE JOGOS PEDAGÓGICOS - Desenvolvido pelo 3º Formação de Docentes

CONFECÇÃO DE JOGOS PEDAGÓGICOS 

JUSTIFICATIVA

O uso dos jogos pedagógicos são excelentes recursos que o professor pode utilizar no processo ensino-aprendizagem. Eles contribuem e enriquecem o desenvolvimento intelectual e social do educando.
Podem ser trabalhados em todas as séries do Ensino Fundamental, desde que sejam adaptadas aos conteúdos propostos no currículo escolar.
As aulas de Matemática estão muito na teoria, portanto escolhemos a confecção dos jogos para que, os alunos aprendam a Matemática de forma lúdica para que possam melhor compreender a importância do trabalho partindo da prática.

OBJETIVOS
→Desenvolver a concentração e memorização;
→Desenvolver a imaginação e a criatividade;
→ Desenvolver a memória, a percepção, a noção de tempo e espaço, concentração, raciocínio lógico matemático e habilidades. 

METODOLOGIA
A sala de aula foi dividida em grupos, onde cada qual teve que elaborar uma atividade sobre o tema dado pela Professora Maristela Lúcia Dupond. Deste modo, cada grupo apresentou e confeccionou para o próprio grupo o jogo. 

Temas:

Memórias (jogos de memórias)
Quebra cabeças (divisão de 4 série)
Dominó de porcentagem
Sistema de numeração decimal, SND
Separação de cores
Trilha da subtração
Gincana da multiplicação
Centopeia (números de 0 a 10)
Dúzias
Dominó de Frações.
O Brincar não significa apenas divertir-se, mas também praticar sua afetividade e seu conhecimento. 

Voltar



METODOLOGIA DE ALFABETIZAÇÃO/PORTUGUÊS - CONFECÇÃO DE JOGOS PEDAGÓGICOS - Desenvolvido pelo 3º Formação de Docentes

CONFECÇÃO DE JOGOS PEDAGÓGICOS

JUSTIFICATIVA

Os jogos fazem com que os alunos aprendam a perder e ganhar, descobrir figuras e palavras novas para seu vocabulário.

OBJETIVO
→ Desenvolver a imaginação, memória, criatividade, raciocínio, leitura, formação psíquica e mental da criança.

METODOLOGIA
A sala de aula foi dividida em grupos, onde cada qual teve que elaborar três dominós referentes a Metodologia de Alfabetização/Português, sobre o tema alfabetizar através de jogos dominó (palavra/palavra, palavra/figura, figura/figura), pela Professora Maristela Lúcia Dupond.

AVALIAÇÃO
Participação e interesse dos alunos na confecção do material.

BIBLIOGRAFIAS

Voltar





































Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito