Órgãos Colegiados da Escola
Registro de Classe On-line Serviços Públicos de Apoio Escolar Fale Conosco

Quantidade de Páginas visitadas

03/09/2013 - NOVA FORMA DE SELEÇÃO NO PDE VALORIZA PROFESSORES



Profissionais da Educação

Dois mil professores participam neste ano da sexta edição do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE) nas 17 áreas curriculares, distribuídas proporcionalmente entre o número de professores concursados nas disciplinas e o número de vagas abertas para o PDE/2013. Ao todo, o programa já beneficiou mais de 11 mil profissionais.



Uma nova forma de seleção do PDE foi implantada em 2011, priorizando a trajetória do professor da rede estadual. Para a seleção contam os cursos e docências oferecidos pela Secretaria de Educação ou em instituições de ensino superior, participação em Grupos de Trabalho em Rede, cursos de especialização, mestrado ou doutorado e tempo de atuação na rede pública estadual. Antes era preciso passar por provas e projetos.



De acordo com o coordenador estadual do PDE, Cassiano Ogliari, o processo seletivo valoriza o professor. “É um incentivo à formação continuada do professor e à sua profissionalização, uma vez que considera diferentes possibilidades formativas”, afirmou Cassiano.



Nas duas últimas edições, os interessados enquadrados na Classe 8 do Nível II também puderam se inscrever. Os candidatos são classificados considerando a maior pontuação obtida no Processo Seletivo Interno.



O início das atividades coincide com o começo do ano letivo e abrange as áreas de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Ciências, Educação Física, Arte, Física, Química, Biologia, Filosofia, Sociologia, Pedagogia, Línguas Estrangeiras Modernas, Educação e Trabalho, Gestão Escolar e Educação Especial.



PROGRAMA - Destinado a professores do quadro próprio do magistério (QPM) da rede estadual de ensino, o PDE visa proporcionar subsídios teóricos e metodológicos para o desenvolvimento de ações educacionais sistematizadas, culminando no redimensionamento da prática pedagógica. Para isso, o Estado mantém parceria com Instituições de Ensino Superior do Paraná e o professor participante tem garantido o direito a afastamento remunerado de 100% de sua carga horária efetiva no primeiro ano e de 25% no segundo ano do Programa.



Fonte: Dia a Dia Educação - Professores

Profissionais da Educação

Dois mil professores participam neste ano da sexta edição do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE) nas 17 áreas curriculares, distribuídas proporcionalmente entre o número de professores concursados nas disciplinas e o número de vagas abertas para o PDE/2013. Ao todo, o programa já beneficiou mais de 11 mil profissionais.



Uma nova forma de seleção do PDE foi implantada em 2011, priorizando a trajetória do professor da rede estadual. Para a seleção contam os cursos e docências oferecidos pela Secretaria de Educação ou em instituições de ensino superior, participação em Grupos de Trabalho em Rede, cursos de especialização, mestrado ou doutorado e tempo de atuação na rede pública estadual. Antes era preciso passar por provas e projetos.



De acordo com o coordenador estadual do PDE, Cassiano Ogliari, o processo seletivo valoriza o professor. “É um incentivo à formação continuada do professor e à sua profissionalização, uma vez que considera diferentes possibilidades formativas”, afirmou Cassiano.



Nas duas últimas edições, os interessados enquadrados na Classe 8 do Nível II também puderam se inscrever. Os candidatos são classificados considerando a maior pontuação obtida no Processo Seletivo Interno.



O início das atividades coincide com o começo do ano letivo e abrange as áreas de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Ciências, Educação Física, Arte, Física, Química, Biologia, Filosofia, Sociologia, Pedagogia, Línguas Estrangeiras Modernas, Educação e Trabalho, Gestão Escolar e Educação Especial.



PROGRAMA - Destinado a professores do quadro próprio do magistério (QPM) da rede estadual de ensino, o PDE visa proporcionar subsídios teóricos e metodológicos para o desenvolvimento de ações educacionais sistematizadas, culminando no redimensionamento da prática pedagógica. Para isso, o Estado mantém parceria com Instituições de Ensino Superior do Paraná e o professor participante tem garantido o direito a afastamento remunerado de 100% de sua carga horária efetiva no primeiro ano e de 25% no segundo ano do Programa.

Esta notícia foi publicada em 03/09/2013 no site www.educacao.pr.gov.br. Todas as informações são de responsabilidade do autor



















Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito